Como lidar com a assadura entre as pernas

| |

Na maioria das atividades físicas o suor e o atrito é inevitável, especialmente na área do quadril e entre as pernas, que trabalham intensamente na corrida, na pedalada, na musculação e nos treinos funcionais e cardios.

O problema de assaduras entre as pernas fazem parte dos mais relatados, não só entre quem tem coxas grossas, mas em muitas pessoas que acabam tendo problemas de fricção, às vezes até por causa do tecido escolhido

Na publicação de hoje preparamos dicas importantes para você se prevenir e tratar essa situação. Vem com a gente!

O que é a assadura? Por que ela incomoda tanto? 

Costumamos chamar qualquer tipo de irritação e instalação de agentes fúngicos sobre a pele de “assadura”. Podemos dizer que, no geral, as assaduras são descamações causadas por atrito, maceração, umidade ou exposição a compostos com pH forte, como urina, suor, que acabam abrindo a pele para a invasão de fungos e bactérias, e esses fungos e bactérias podem acabar se proliferando e causar outras complicações que exigem um tratamento mais rigoroso.

Em muitas situações, a fricção das pernas é inevitável, mas algumas medidas podem ajudar bastante na antecipação do problema e também no tratamento:

Como evitar assadura entre as pernas:

Para evitar assadura entre as pernas, um dos principais cuidados é manter sua pele sempre seca. É claro que durante a atividade física o suor vai se precipitar sobre os poros aumentando não apenas a umidade, mas também o calor na superfície, e calor e umidade, somado à macerações na pele e vulnerabilidades são pratos cheios para a colonização de fungos e bactérias.

Para evitar o problema da umidade você pode utilizar barreiras, sejam elas cremes, especialmente à base de óxido do zinco. Outra opção é utilizar talco na superfície da pele. Essa medida pode ser tomada após a assadura também, caso não seja possível evitar a atividade que tem causado o problema.

A limpeza profunda também ajuda a combater a instalação fúngica, especialmente através da esfoliação mais rigorosa; os artigos adstringentes na composição dos sabonetes limpam os tecidos e removem as peles mortas que ficam guardando fungos e bactérias.

Mantenha a pele hidratada e cuidada

isso não depende apenas do banho e do uso de cremes hidratantes, mas também do uso de outros cosméticos pouco agressivos, por exemplo, durante a depilação. Deixe sua pele sempre hidratada!

Administre óleos essenciais, que possuem ação mais natural e potente, junto de outros cosméticos hidratantes, ou dê preferência para a manipulação e um composto que favoreça esse aspecto de barreira da pele.

Opte por tecidos mais respiráveis

A verdade é que a grande maioria das assaduras acontece por conta da fricção constante das pernas, especialmente quando estão umedecidas, como por causa do suor durante as atividades físicas.

Muitos dos tecidos, mesmo aqueles utilizados nas roupas mais básicas de academia, têm pouca capacidade de absorção e dissipação do suor, pois, mesmo que o tecido absorva aquele suor, ele ainda fica preso na malha, que continua em contato constante com a pele.

Às vezes a própria composição do tecido não favorece a integridade da pele pois, na busca por elasticidade e menor custo, muitos tecidos acabam sendo mais ásperos na sua superfície.

Uma dica importante caso queira se prevenir ou já esteja lidando com o problema da assadura entre as pernas é buscar por tecidos com textura mais macia e respirável

Já que é difícil utilizar algodão durante os exercícios, uma opção fenomenal é a poliamida, que garante toque macio e leveza, além de uma grande capacidade absorsiva e de dissipar o suor da pele, mantendo mais longamente a proteção contra o acúmulo do suor na pele.Por ser de fácil lavagem e com fibra flexível, não acumula bactérias ou fungos em seu tecido.

A incidência do sol é um combustível para a aceleração da proliferação de agentes fúngicos e bactéricos, então também busque optar por tecidos que ofereçam fator de proteção solar alta, acima dos 50.

Saiba quando visitar o médico:

Dermatologistas possuem diagnósticos mais precisos sobre o tipo de infecção e nível de comprometimento da assadura, oferecendo um tratamento oral ou outra opção adequada para que o problema seja remediado da melhor maneira possível, auxiliando também caso você não consiga evitar as atividades do a dia a dia.

Lembre-se: cuidar da sua saúde é fundamental. Por isso, não evite ir ao médico, nem tente resolver tudo em casa. Muitas vezes, trocar as roupas e usar os produtos adequados não resolvem o problema, nessas horas, o melhor a se fazer é procurar um profissional, combinado? 

Gostou de nossa publicação? A Loja New Fit é apaixonada pelo mundo fitness e sempre traz conteúdos originais e produtivos para você ter a melhor performance! Continue acompanhando nosso blog para não perder nenhum dos nossos conteúdo. Além disso, confira as alternativas da nossa loja para evitar assaduras!

Anterior

Como fazer agachamento: o que você precisa saber antes de malhar!

Roupa de academia para iniciantes: saiba o que vestir!

Próximo

Deixe um comentário